Oss! Junte-se a mais de 2000 karatecas!

Entre para nossa lista de karatecas e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Obrigado pelo envio!

CINCO PRINCÍPIOS PARA ATINGIR UM ALTO NÍVEL NO KARATÊ

O Sensei Stefan Scharnweber é um dos maiores artistas marciais que eu já vi, sério!


Sensei Stefan Scharnweber

Meu sensei Rilton Rodrigues o conheceu em setembro de 2014 quando estava na Dinamarca ministrando um seminário.


Sensei Stefan é graduado como 5º Dan Shotokan pelo Sensei Shirai, hoje não pratica mais o chamado Karatê tradicional, pois decidiu procurar novas informações em outros estilos...


Em 2015 sensei Rilton o convidou ao Brasil para realizar um seminário procurando absorver o máximo de conhecimento que ele tinha.


(e acredite, não é pouco, ele é viciado em karatê)



*Essa era uma expressão comum neste evento. Todos nós sofremos.

Apesar de extremamente rigoroso e sempre atento a perfeição das técnicas e katas, o Sensei Stefan também procurava entender o bunkai, aplicações, defesa-pessoal, kyusho, projeções e o que fosse de fato eficaz em combates reais.


E eis que veio o ponto mais alto do seminário.



OS 5 PRINCÍPIOS QUE TODO KARATECA DE ALTO NÍVEL TEM OU DEVERIA TER.


São cinco habilidades que ele acredita que, sendo cada vez mais aperfeiçoada e desenvolvida pelo praticante do karate, fará com que ele alcance um alto nível da arte.


São cinco habilidades que podem ser desenvolvidas por cada um de nós, que eu e você deveríamos começar a perceber e tentar ao máximo evolui-las.


Hoje vou te apresentar cada uma delas!



1º-  SENTIR/ ESTAR PRESENTE


Este elemento traduzido do inglês Feeling, poderia ser sentimento, Mas não é este o caso!


O que o Stefan se refere é ao ato de estar presente para sentir seu corpo, seu movimento, para estar atento a sua audição, visão, ao seu redor.


Talvez um pouco do que chamamos de Zanshin (Mente Alerta).


Ele diz que se passarmos a nos sentir mais, a prestar atenção e ter intenção no que estamos treinando, passaremos a elevar a nossa arte, encontrando maneiras diferentes de melhorar nossas técnicas, nosso kumite e nosso kata.


Sentir o movimento do nosso corpo, tentar entender o como ele poderia ser aperfeiçoado. Sempre se questionando.


Por mais que pareça simples, é muito difícil obter um controle mental para estar presente ao momento, toda hora somos atingidos por pensamentos que nos distrai e nos faz perder este foco no presente.


Já deve ter acontecido algo deste tipo com você certo?


Vou te explicar aqui algumas maneiras diferentes para aumentar essa nossa capacidade de manter o foco no presente.


São duas dicas bem simples.


1- Meditar.



Meditar?


Sim! Meditar!


Por mais que a meditação seja visto por muitos como uma coisa holística, cada vez mais o ocidente está vendo a importância do controle da mente.


A meditação ou o Mindfulness são exercícios para o nosso cérebro, fazendo com que a gente tenha um maior controle sobre nossos pensamentos.


Teste meditar por 10 minutos e você verá o quão difícil é isso.


Se você passar a adotar a meditação como um habito você verá um aumento na resiliência, melhoria na respiração, maior controle emocional, maior poder na tomada de decisões.


E principalmente uma melhoria no seu Zanshin, em deixar a mente alerta no momento presente.


A segunda dica é:


2- Foque nos seus 5 sentidos.



Quando estiver treinando tente manter o foco em um dos seus 5 sentidos!


Visão- Você pode ficar atento visualmente a tudo o que está te cercando, percebendo os mínimos detalhes.


Audição- Tentar escutar tudo a sua volta.


Tato- Tentar sentir seu kimono, seus pés no chão, seus movimentos (Na minha opinião este é o mais poderoso para o desenvolvimento do nosso karatê).


Paladar- Tentar prestar atenção na nossa saliva, nos gostos que estão no momento.


Olfato- Tentar sentir o cheiro de tudo o que nos rodeia.


Assim você conseguirá manipular seu cérebro para estar mais presente, para ficar mais atento ao que você está executando .



2º - RELAXAMENTO


A maioria dos karatecas que eu conheço são muito tensos, utilizam muita contração em todo o seu corpo.


No karate há um grande jogo.


O jogo da contração e descontração muscular.


Mas como grandes mestres falam, a contração não passa de milésimos de segundos da técnica, a grande verdade é que em 99% da nossa técnica, nossos músculos devem estar relaxados.


Não é a toa que Bruce Lee falou "Os karatecas são muito duros"


E de fato a grande maioria é!


Isso por causa da grande rigorosidade na perfeição das nossas técnicas, acabamos contraindo muito nossos músculos para encontrar a forma perfeita.


Assim acabamos esquecendo do jogo "Contração x relaxamento".


Comece a tentar perceber o quando você está utilizando contração em excesso e tente relaxar mais ao executar suas técnicas.


Mas lembre-se!


Não estou falando em fazer a técnica de qualquer jeito, estamos falando sobre contração e descontração muscular.


No Aikido a descontração muscular é a base fundamental da arte, onde focam muito na metodologia sendo explicada por "energia".


Assim os mestres do Aikido afirmam que se você ficar tenso ao executar a técnica sua "energia" irá ser interrompida.


Um bom exercício para você entender melhor o relaxamento seria você pedir para um parceiro de treino segurar seu pulso e você tentar se soltar usando o mínimo (ou quase nenhuma) força, com total descontração e relaxamento.


Se você conseguir dominar bem este pretexto de "contração e descontração" você verá que suas técnicas ficarão muito mais rápidas e eficazes.



3º - FUNDAMENTO


Este terceiro princípio é separado em duas partes pelo Sensei Stefan.


1- Fundamento das técnicas.


O fundamento das técnicas é você realizar a técnica com maior maestria possível, estando atento a todas as partes do movimento.


É procurar atingir a perfeição na execução da técnica, o que ele chama dos fundamentos básicos, que nos foram passado por nossos mestres.


Segundo o Stefan você deveria saber bem os fundamentos das suas técnicas e como executa-las.


2- Base.


"Não existe karatê sem uma base forte".


Você já escutou algo deste tipo?


Provavelmente sim.


O sensei Stefan afirma que a nossa base tem que ser bem estruturada e solida, te possibilitando total equilíbrio e agilidade na locomoção.


Ter uma base sólida faz com que todas as nossas técnicas ganhem mais resistência e poder.


Um bom exercício para desenvolver a habilidade do Fundamento é realizar suas técnicas em velocidade lenta!


Nós treinamos muito nossa explosão muscular, nossa velocidade para sermos cada vez mais rápidos.


E isso é muito importante.


Mas tão importante quanto a velocidade é a técnica ser aplicada da maneira correta.


Nosso corpo aprende quando realizamos nossas técnicas em velocidade lenta.


Experimente fazer seu kata em velocidade realmente lenta, estando atento a cada movimento que você irá realizar, como você irá posicionar sua base, como será sua pré-defesa, como será o caminho até chegar ao fim da defesa, como será sua transição de base...


Você perceberá vários pontos a serem ajustados, perceberá o como poderá ter mais equilíbrio, o como sua base poderá ficar mais forte.


E aos poucos tente aumentar sua velocidade sem perder os ajustes que você encontrou.



4º - MOVIMENTO EM ONDAS.


Este será o princípio mais difícil de explicar por palavras, sem demonstrações.


Mas vamos tentar!


Você já viu o como uma onda surge no oceano?


Imagine o oceano liso e logo começa a se formar uma pequena ondulação, apenas uma massa d'água seguindo em direção a praia, aos poucos essa massa d'água vai ficando maior e aumentando a sua velocidade até que em fim ela atinge sua altura máxima e se quebra formando a espuma na praia.


O Sensei Stefan traz este mesmo conceito para dentro do seu karate.


Imaginando três partes, como a imagem acima, podemos entender um pouco sobre o que ele quer dizer.


A parte um, seria a energia da base.


Imagine que o movimento surge em sua base, um pequeno movimento que se inicia no contato com seu pé no chão, se transfere para seu joelho e do seu joelho para seu quadril.


A parte dois inicia-se no seu quadril, quando começamos a rotaciona-lo para executar a técnica, então esta energia do quadril vem subindo como uma onda até chegar a seu ombro.


A parte três da imagem inicia-se no seu ombro, a energia que veio do contato com seu pé no chão atravessou todo o seu corpo e veio ganhado mais potência, mais velocidade, mais energia e do seu ombro passa-se para seus membros executando a sua técnica com uma explosão de energia, potência e velocidade.


É um movimento em onda que fará sua técnica ganhar mais potencia ao executa-la.


Talvez ainda tenha ficado um pouco complicado de entender e de fato não é algo simples de ser explicado por palavras.


Mas com essas três partes você já deve ter uma ideia deste movimento.


Um grande cuidado aqui é sobre o que falamos no tópico dois, o relaxamento.


Você deve realizar o movimento continuo, como apenas um movimento e não separado em partes.


Como é a onda do mar, ela não para!



5º - PRECISÃO


Por fim está a precisão de nossas técnicas.


De nada adianta ter todos os outros quatro princípios se a nossa precisão em executar a técnica no momento certo não esteja treinada.


No karate existem as mais variadas técnicas que aprendemos por meio do kihon e kata, algumas que muitas vezes não procuramos entender o motivo de ela existir.


E a precisão é justamente entender qual técnica utilizar, em que momento, em que velocidade e com qual potência.


Isso vem de treinos constantes de kihon, mas não apenas por executar aquelas técnicas.


Mas pela autenticidade de querer fazer com que suas técnicas sejam cada vez melhores a cada repetição.


Precisamos dar mais valor a habilidade numero um desta lista, o Estar Presente.


Muitos karatecas quando fazem o kihon esquecem de colocar real intenção nos seus movimentos, em querer que o segundo movimento seja melhor que o primeiro e que o terceiro seja melhor que o segundo.


Apenas fazem no automático, sem procurar entender o que seria necessário para atingir o próximo nível.


O Karateca de Alto Nível sempre está procurando evoluir, não só no contexto físico, técnico mas também mental e espiritual!


O karatê como um modo de vida!


Então imaginando a execução de qualquer técnica do karate, com estes cinco princípios do Sensei Stefan, Poderíamos imaginar a seguinte ordem.


1- Estar presente:


Antes mesmo de iniciar a execução da sua técnica no karate esteja presente no momento.


2- Relaxamento:


Ao partir para a execução sinta seu corpo, procure utilizar o minimo de tensão e contração muscular possível.


3-Fundamentos:


Realize a técnica procurando estar com uma base solida e com uma técnica bem feita.


4-Movimento em onda:


Lembre-se de que o movimento inicia-se no contato do seu pé com o chão e a energia vem subindo até chegar no seu ponto final.


5- Precisão:


Procure realizar a técnica com o máximo de precisão possível.


E estes são os cinco princípios que todo karateca de alto nível deveria ter.


O controle total do seu corpo e suas técnicas.


Hoje na Alemanha o Sensei Stefan procura todos os dias elevar seu nível em cada uma destas habilidades, com foco em atingir o maior nível de sua arte.


É algo realmente profundo.


Teste cada uma delas e você verá que há muito a ser aprendido com estes elementos aparentemente "Simples".


Comenta aqui em baixo o que você achou destes princípios, compartilhe suas ideias com outros karatecas que virão aqui!


O sentimento de compartilhamento de conhecimento está 100% presente em nossa rotina.


E acredite, aprendemos muito com você!


Oss!

342 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo